PORTIFÓLIOTEATRO

Projetos de produção e circulação de espetáculos de teatro

FOTO -  MATHIAS DALLA STELA (3).jpg
STATUS DO PROJETO:

Estreou em 2015

Repertório

SOLDADO VERMELHO AGONIZA
 

Soldado Vermelho Agoniza  inaugurou um novo macro-projeto, o “P.U.T.O. manifesta”, que consiste em monólogos dos integrantes da companhia escritos pelos próprios atores que os desempenham, metaforizando (e assim universalizando) questões de suas próprias vivências e biografias a fim de atualizar discursos políticos de todos os integrantes do coletivo.

               

O espetáculo é construído por pequenos fragmentos de realidades inventadas se sucedendo em um delírio de morte. A voz que inicia essa narrativa plural é a do soldado frente ao anjo da morte que o conduzirá para seu julgamento final.

Na sequência de cenas o ator apresenta outras figuras que vão compondo gradativamente um painel de ações e situações de guerra cotidiana. Políticos, mães, sensacionalistas de TV, prostitutas... todos diluídos em um único corpo que costura essas histórias na tentativa de através delas questionar paradigmas sociais e religiosos que podem encarcerar relações e afogar individualidades. A repetição de formas textuais e partituras corporais que se re-significam continuamente, imprimem o ritmo da montagem, subvertido por intervenções musicais que localizam o delírio em um “cabaret subterrâneo frequentado pelos soldados inimigos” cuja atmosfera contamina a obra norteando escolhas de visualidade e diálogo do ator com o público e o espaço cênico.

 

FICHA TÉCNICA
 

Texto e atuação: Ali Freyer

Direção: Rodrigo Hayalla

Iluminação: Erica Mityko

Operação de Luz: Guilherme Mendes Muniz

Sonoplastia:  Renan D´Avila

Figurino: Ali Freyer

Cenotécnico: Sergio Richter

Pesquisa de visualidade e contra-regragem: Juliane Souto

Diretor de Produção: Rodrigo Hayalla

Produção: Pinguim Produções

Realização: Grupo P.U.T.O.

FOTOS 
 

Créditos: Mathias Dalla Stela